Måned: mai 2006

My day in the favelas (by Morten)

My day in the favelas (by Morten)


As a Norwegian I must say I am impressed how these people seem to be able to live peacefully this close to eachother. I am more used to Norwegian countryside where the houses are spread with the distance of like one kilometer.

During my trip to Rio de Janeiro I was not sure if it would be a good idea to visit a favela or not. I had heard many scary stories about those areas and even about the people living there. One part of me wanted to go and see it with my own eyes. Another part of me was in a big doubt. But thanks to my girlfriend Raquel who encouraged me to join a favela tour with Marcelo Armstrong, I got a once in a lifetime experience…

Viagem

Viagem


Olá!

Hoje passei o dia um pouco resfriada devido ao frio e à garoa que me pegou de surpresa. Ainda bem que estou um pouco melhor. Hoje à tarde conversei com meu amor pelo Skype e nos despedimos até domingo, pois amanhã cedo irei viajar para Brodósqui com minha amiga e aluna Gema e mais uma amiga. Sempre quis conhecer esta cidade e pretendo ir ao museu de Cândido Portinari, além de descansar. Ainda bem que o Morten também terá planos, irá à cabana do tio pescar, desta vez com os pais dele também.

Entrei em uma comunidade muito legal no Orkut sobre brasileiros e noruegueses. Não agüentava mais aquela baixaria e comentários debochados e ingratos das outras comunidades. Agora espero que consiga debater assuntos com pessoas inteligentes e sensatas.

Bem, por hoje é isso. Tenho outras coisas para escrever, mas estou com sono e amanhã tenho aula às 7:00 hs. Até a próxima!

Na foto, «Brodósqui», tela de Cândido Portinari. Quando Morten e eu vimos esta tela hoje à tarde, ficamos tão encantados que eu fiquei com vontade de comprar uma reprodução da pintura. Tomara que eu encontre no museu.

Motivação extra

Motivação extra


Olá!

O frio continua implacável aqui em Sampa. Hoje a temperatura não passou de 16°C, além de uma garoa chata. Tive que sair de guarda-chuva. De manhã dei aula e depois fui à casa de meu aluno que está fazendo tratamento para buscar o pagamento das últimas aulas que eu dei. Foi uma situação super constrangedora, mas tive que enfrentar. Eu e meu amor temos rezado muito por ele e temos certeza de que o tratamento será um sucesso.

Hoje finalmente respondi a uma pesquisa de opinião, do DataFolha para as eleições presidenciais e estaduais. Eu geralmente não paro para responder essas pesquisas, mas como vi que era de uma instituição séria, resolvi aceitar. Agora pelo menos me convenci de que a pesquisa realmente é feita e não forjada como eu já havia ouvido falar. Bem, pelo menos é o que eu espero.

Agora à noite, Morten me enviou um e-mail com uma montagem fofa que ele fez de fotos nossas de quando éramos crianças, a coisa mais linda! E também um artigo que ele achou e que me motivou muito. Eu ainda vou traduzí-lo, mas em resumo ele diz que os empresários preferem estrangeiros com um bom conhecimento de norueguês a uma boa formação acadêmica. Isto me deixou contente, pois eu não tenho curso superior e se eu me dedicar ao aprendizado do idioma, talvez tenha boas oportunidades. O importante é não desistir e não desanimar. Só fico intrigada com o que ando lendo por aí, sobre pessoas que se sentem rejeitadas e discriminadas quando vão procurar emprego. Será que é corpo mole? Bom, isso eu vou ter que conferir de perto. Se você quiser ler o artigo, clique
aqui.

Até breve!

Indefinição continua

Indefinição continua


Bom-dia!

Começo de semana frio em São Paulo, com a famosa garoa. Estou um pouco triste devido à notícia de que um aluno meu iniciará um sério tratamento médico. Rezo para que tudo corra bem. A indefinição continua com relação à quando vou mudar. Meu irmão e sua namorada ainda não resolveram quando eles irão mudar para o apartamento novo. Além disso, estive olhando o site da UDI e vi que o prazo para vistos demora realmente de dois a três meses. Procuro não pensar muito nisso, senão ficarei muito ansiosa. Ontem comprei um pacote de sorvete de coco em pó para fazer em casa. Basta bater com leite gelado usando batedeira ou batedor de claras. Se der certo e ficar gostoso, vou levar alguns na mala para fazer para o Morten, ele adorou sorvete de coco, água de coco, doce com coco, tudo de coco, hehe.

Sexta-feira acabei não dando aulas, e ainda assisti aos episódios de «Lost» até o número 18. Está emocionante, muitas reviravoltas e mais mistérios! No sábado fui a um churrasco do aniversário da tia de meus amigos/alunos/vizinhos, onde me diverti na medida do possível, quando a saudade deixava.

Desejo uma boa semana a todos!


Nå skal jeg skrive på engelsk for deg, kjære 😉

The indefinition continues

Good morning!

Cold week start in São Paulo, with the famous drizzle. I’m a little sad due to the news I got that a student will undergo a serious medical treatment. I pray and hope everything goes well.
Things concerning the day I’ll move are still indefinite. My brother and his girlfriend haven’tyet decided when they will move. Besides, I’ve visited the UDI website and saw that the case-processing time varies from 2 to 3 months. I try not to think much about this, otherwise I’ll get too anxious. Yesterday I bought a pack of powdered ‘kokosnøtt is’ to make at home. We only have to beat it with iced milk using a mixer or an manual egg mixer. If the result is good and it tastes fine, I’ll take a couple of packs in my suitcase to make for Morten, he loved ‘kokosnøtt is’, ‘kokosnøtt vann’, ‘kokosnøtt’ sweet, everything with kokosnøtt, hehe.

On Friday I ended up not teaching and I watched the «Lost» episodes up to number 18. It’s very thrilling with lots of turnarounds and more mysteries! On Saturday I went to my friends/students/neighbors’ aunt’s birthday barbecue, where I had as much fun as possible, when I managed to miss my boyfriend a little less.

I wish you all a nice week! 


Viagem para Brodowski (Brodósqui)

Viagem para Brodowski (Brodósqui)

Start:      May 26, ’06
End:      May 28, ’06

Minha aluna Gema me convidou para ir à sua casa em Brodowski, terra de Cândido Portinari. Tomara que dê tudo certo, estou ansiosa para conhecer.

Venn

Venn

Rating: ★★★★★
Category: Music
Genre: International
Artist: Diverse artister

Ganhei este CD poucos meses depois de as ondas gigantes terem arrasado a Ásia, em dezembro de 2004. Vários artistas noruegueses de diferentes estilos musicais se uniram para compor e gravar uma canção, «Venn», em prol das vítimas daquela terrível catástrofe. Esta é somente a primeira faixa de um CD duplo, contendo músicas de Secret Garden, Morten Abel, Sissel Kyrkjebø, entre outros. Minhas favoritas são «Venn», «Kjærleik» (Gåte), «Boadan Nuppi Bealde» (Mari Boine, uma ilustre representante do povo «Sami»), «From Grace» (Thomas Dybdahl) e «Den uskyldige» (Agnes Buen Garnås & Guttorm Guttormsen).

Reta final ou ainda tem chão???

Reta final ou ainda tem chão???


Olá!

Hoje foi um dia muito cansativo para mim. Ando muito estressada, devido à onda de terror e insegurança pela qual São Paulo está passando e por que não sei o que fazer com relação à minha mudança. Já faz quase 10 dias que entreguei nossa papelada para o visto, e ele pode tanto demorar 3 semanas quanto 3 meses. Enquanto isso, fico sem saber direito como agir, se entrego o apartamento ou fico até viajar. Tive que mandar consertar umas coisinhas, mas ainda bem que está tudo resolvido. Acho que já vou começar a separar o que vou doar e o que vou guardar, assim, quando minha viagem for marcada, eu não terei que correr.

Mas para espairar um pouco, vamos virtualmente nos transportar para a Noruega. Ontem foi o Nasjonaldagen, o 17. mai, dia da Independência. Acompanhei as notícias online e fiquei com pena de ver a querida Princesa exposta ao ridículo com o chapéu que ela usou. O que será que se passa com a acessoria dela, pobrezinha. Mas isso não apaga seu brilho e a admiração  que tenho por ela. Meu namorado ficou na ilha e tirou algumas fotos também. Vou deixar duas aqui, quem sabe mais algumas depois.


Ha det!

É…o dia chegou

É…o dia chegou


Não, não…meu visto ainda não saiu. Antes fosse.

Sabe aquele comentário que sempre aparece quando assistimos a notícias sobre criminalidade e a ousadia dos bandidos? «Vai chegar um dia em que os bandidos vão mandar em tudo», ou «Vai chegar um dia em que as pessoas honestas vão ficar presas em casa e os bandidos soltos». Pois bem, este dia chegou. Hoje de manhã soube que cerca de 60 policiais e civis haviam sido mortos, rebeliões instauradas em quase todas a penitenciárias, ônibus haviam sido incendiados e delegacias e postos policiais atacados. Na televisão, não se fala em outra coisa. Minhas aulas da tarde foram canceladas e amanhã à noite uma aluna não virá por que acha mais seguro ir direto para casa após o trabalho. Concordo plenamente, eu também prefiro ficar em casa, para minha própria segurança. Ou seja, viramos reféns. É o caos, ou quase isso. Deveria estar feliz por estar prestes a deixar esta cidade que tanto amo, mas e minha família e as pessoas que quero bem? Não dá para ser egoísta. Só resta rezar e torcer para que a situação seja controlada e que mudanças sejam feitas. Meu namorado está preocupado, estou tentando manter a calma e me cuidar.


Boa semana a todos, apesar de tudo!

Crédito foto: Terra Imagens