Trabalho e mais trabalho

Trabalho e mais trabalho



Só pude atualizar as notícias hoje, por que tenho estado muito ocupada com o trabalho, o que é muito bom por sinal. Sexta-feira passada, dia 24, recebemos a visita de uma jornalista que trabalha com o Morten, junto com seu namorado e a filhinha deles, uma bebezinha muito fofa e esperta. Eu servi sorvete de coco para ela (aquele sorvete em pó da Yoki, eu trouxe do Brasil e é muito bom!) e ela adorou! Eles queriam conhecer a casa e foi uma noite super agradável.

No sábado, fomos dar uma volta durante o dia e achamos uma trilha muito bonita aqui pertinho. Eu postei as fotos que tiramos no álbum. O mais fantástico de se andar por aqui é que você sempre tem a sensação de estar absolutamente sozinha no mundo, é um silêncio e uma paz impressionantes, deu para relaxar de verdade. Na volta da caminhada, ainda visitamos uma espécie de feirinha de artesanato, chamada “Julemesse”, que estava sendo realizada em um salão de festas e eventos. No Brasil, estas feirinhas costumam acontecer ao ar livre, mas aqui, isso é impossível por causa do frio. À noite, fomos ao teatro! Os alunos das escolas da ilha vizinha encenaram um musical chamado “Hvitekrist”, que narrou a história da cristianização da Noruega por Olav Trygvasson. Nós não esperávamos que o espetáculo fosse tão bem feito e de nível tão profissional. Os alunos cantaram ao vivo e muito bem! Um garotinho de mais ou menos 10 anos, que representou o Olav menino, deu um show. E mais um garoto adolescente que fez um papel de mulher estava muito engraçado. Enfim, valeu muito a pena mesmo, hoje saiu no jornal que a peça foi um sucesso total.

Esta peça, aliás, foi encenada no cinema dentro do museu que eu limpo todas as segundas-feiras. Por este motivo, tive que ir limpar o local domingo de manhã cedo, pois à tarde haveria sessão de cinema. Foi um sacrifício ter que acordar cedinho em pleno domingo, mas tudo bem. Ainda tive tempo de ficar com meu amor antes de ele viajar para a casa dos pais. Segunda-feira ele teve que se apresentar no exército para um treinamento anual, e ficará lá até quinta. É engraçado como a gente consegue ser forte para coisas tão difíceis e fraca para coisas tão simples. Eu esperei um ano para poder estar com ele de novo, e agora, só de ficar longe dele por 4 dias, e nem tão longe assim, pois ele está a apenas 4 horas de distância, estou muito mal, hehe. Mas amanhã já é quarta e na quinta ele estará de volta.

Ontem e hoje eu trabalhei praticamente o dia inteiro, e isso está me ajudando a agüentar a saudade. Na volta para casa hoje eu vi um bebê veado, que quase atravessou a estrada. Este é o segundo veado que eu vejo, a ilha vizinha está repleta desses animais. Amanhã eu estou de folga, e quinta terei apenas um pequeno serviço na parte da manhã. Ah, eu recebi uma carta do departamento médico da Noruega. Me deram uma lista com 3 médicos. Eu tive que numerar os nomes dos médicos na ordem de preferência, assim, quando eu marcar uma consulta, eles sabem qual é o médico que eu escolhi. Agora só falta mesmo meu documento do imposto de renda, aí estarei com a documentação completa.

Ah, para terminar vou deixar uma foto que tirei da janela do meu quarto. Aqui você pode ver o sol lá longe, nas ilhotas, mas sombra total na minha casa. Isto é normal, pois aqui o sol nunca fica à pino, como o sol do meio-dia no Brasil, então dá sempre a sensação que é de manhãzinha, não importa o horário.





Estas são as novidades até agora, até a próxima! 
 

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *