A gente sofre com o idioma, mas se diverte

A gente sofre com o idioma, mas se diverte

Cadê meu cachorro-quente?       


 


      Eu, com meu parco norueguês às vezes faço confusões hilárias. Esta aqui eu só fui descobrir há alguns dias, enquanto conversava em norueguês com meu noivo.


 


      Conforme mencionado antes, eu trabalho com limpeza e na época do Natal, limpávamos 2, 3 casas num único dia, o que era bem cansativo. Mais que uma vez, minha chefe dizia para nós:


 


“Vi skal ta en pause snart”. (Vamos fazer uma pausa logo).


 


      E eu (repito, com meu parco norueguês), sempre entendia o seguinte:


 


“Vi skal ha en pølse snart.” (Vamos comer um cachorro-quente logo).


 


A pronúncia das palavras pause e pølse são relativamente parecidas, daí a confusão. Somente agora, depois de passar quase um mês revoltada por não ter recebido meus cachorros-quentes prometidos, entendi que se tratava apenas de um intervalo para comer nossos matpakkes (lanche que a gente traz de casa) – e não cachorro-quente.


 


Ler o quê??


 


      Semana passada, enquanto esperava minha sogra no shopping, me deparei com a capa de uma revista chamada “KK”, iniciais de “Kvinner og Klær” (Mulheres e Roupas).


 


      Comecei a raciocinar: Se a letra K em norueguês deve ser pronunciada “Cô”, logo, “KK” é pronunciado…


 


      Pois é.


 


Onde estacionar?


 


      Eu deveria ter tirado uma foto de cartazes afixados no degrau que dava acesso à uma loja do shopping que diziam:


 


“Her er ingen rumpeparkering”


 


Tradução ao pé-da-letra:


 


“Aqui não é nenhum estacionamento de bunda”.


 


Depois dizem que nórdicos são frios.

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *