Alarme falso

Alarme falso

Pois é, pensei que não veria mais neve este ano, pois a primavera parecia estar tomando conta do pedaço, mas me enganei redondamente. A neve voltou e cai sem parar desde sexta-feira. Pelo jeito março ainda será um típico mês de inverno. Mas, antes somente neve e frio do que chuva, ventos arrebatadores e mais frio ainda.

Que trapalhada, hein, Dedé?

Anda saindo nos telejornais da Noruega que um jogador brasileiro chamado Dedé, contratado pelo time Ålesund por uma alta quantia, viajou ao Brasil para as festas de fim de ano e simplesmente está dando um “olé” nos noruegueses. Não apareceu para jogar até agora. Os dirigentes do clube estão enviando alguém para ir buscá-lo, e o clube está considerando rescindir o contrato e exigir ressarcimento. Apoiado, isso é coisa que se faça?

Morten Harket finalmente apareceu na TV

Esta é para os fãs do a-ha: domingo passado Morten Harket apareceu em um programa chamado “Gudene Vet” (Os deuses sabem) e falou sobre filhos e batismo. Controverso  e irônico como ele só, ele deu uma visão bem ousada e direta sobre o simbolismo que envolve o batismo. Acabei concordando.

Typisk norsk

Estamos finalmente começando a reformar o hall de entrada da nossa casa. Agora está um caos, mas logo começaremos com a pintura e a decoração, aí posto uma foto do resultado final. Para quem não sabe, 10 entre 10 noruegueses adoram passar uma boa parte de seu tempo livre fazendo melhorias na casa. Eu acho ótimo, adoro mudar móveis de lugar, mudar a cor, enjôo rápido e detesto rotina.

O pesadelo recomeça

Sexta fomos à polícia dar entrada no meu segundo visto e, para variar, eles criaram mais e mais casos. Primeiro, disseram que o formuláio que eu tinha baixado na net era velho e me deram um novo. Depois, disseram que eu tinha que preencher o formulário como se eu estivesse pedindo um primeiro visto, o que não é verdade. A UDI já tem toda a documentação minha e do meu marido em razão do visto de noiva que eu tirei ano passado. Sabem tudo da nossa vida, e agora que nos casamos, só faltava a certidão de casamento, o comprovante de residência e o papel da mudança do nome. Nós rabiscamos o formulário e escrevemos o número de referência do visto anterior. O maior choque foi o prazo que a policial nos deu para recebermos o visto: 4 meses. O problema é que meu visto vence em pouco mais de um mês, e sem visto eu não posso continuar trabalhando (agora é que eu vou trabalhar mais, com a chegada do verão). A solução que ela deu me agradou. Ela disse que é só ligar para a UDI em Trondheim e eles me enviam uma carta prorrogando meu visto caso eu ainda não tenha recebido o visto oficial. Ufa meg, quanta complicação! O dia rendeu, ainda tive tempo de ir ao banco e abrir uma conta corrente.

Esta semana que vem será pesada. Limpeza de segunda à quinta, sexta folga e sábado mais faxina. Entre uma limpeza e outra, ainda tenho que cuidar da casa, ajudar na reforma do hall e ir malhar. Até e próxima e boa semana!

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *