Sobrevivi

Sobrevivi


Esta semana que se acaba foi uma das mais cansativas desde que cheguei na Noruega. Teve trabalho todo dia, de manhã, de tarde e às vezes à noite. E daqui a pouquinho estou indo limpar mais um lugar, mas, serão apenas 2 horas. Amanhã, sabadão, tenho 4 horas de trabalho, das 16 às 20. Mas, terei pelo menos o domingo para relaxar…se bem que hoje começamos a pintar o corredor do andar de cima e meu marido está trabalhando na reforma do hall de entrada. Pelo jeito não terei muito tempo para relaxar, mas é gratificante fazer melhorias em nossa própria casa.

Páscoa amarela

Já começam a aparecer na lojas artigos de decoração para a Páscoa – pintinhos, galinhas, ovos, mas de porcelana, não de chocolate. Aqui a tradição é de dar ovos de papelão cheinhos de guloseimas dentro, e fazer uma árvore de galhos e pendurar pintinhos e ovinhos. Ah, também é tradição ter em casa muitas laranjas, e beber “Solo”, refrigerante que equivale à Fanta laranja da Noruega:





Acho muito interessante essas tradições. Não sei se este ano eu farei alguma decoração, pois deveremos ir passar a Páscoa na casa de campo dos meus sogros. Aliás, muitos noruegueses costumam ter uma casa de campo, que eles chamam de hytte. A maioria delas não tem quase luxo algum. Nada de água encanada, aquecedor, chuveiro, esgoto. É bem rústica mesmo. A razão, segundo meu marido, é que as pessoas querem fazer uma espécie de retiro, longe da civilização e se integrar com a natureza, sem qualquer tipo de mordomia. A casa aonde pretendemos ir fica em Selbu. Este lugar é bem famoso pelo tipo de desenho usado em artigos de tricô, como luvas, gorros, cachecóis. São flores em preto e branco ou preto vermelho, um trabalho lindíssimo, que você pode ver na foto acima. Quem sabe desta vez eu finalmente tenha a oportunidade de me aventurar sobre os esquis.

Um bom final-de-semana e até a próxima!

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *