Måneformørkelse

Måneformørkelse

Ontem, conforme meu plano, escrevi mais coisas para meu trabalho de literatura. Sintonizo a rádio Cultura FM de São Paulo pela net e, ao som de música clássica eu entro no embalo. Passei horas escrevendo e o resultado foi bom. Meu marido deu uma olhada e disse que é exatamente aquilo que a professora espera que eu escreva. Eu preciso muito da orientação dele, por que os noruegueses têm um código de escrita diferente dos brasileiros. Por exemplo, eu sempre aprendi nas aulas de redação que devemos evitar muitos pontos finais e abusar de conectores. Aqui, é o oposto. Quanto mais sentenças curtas, melhor.

Hoje eu acordei meia hora mais cedo por que deu no jornal local que a gente poderia ver o eclipse lunar (que é a tradução da palavra no título do post). Ajustei o despertador para as 2:45 da madrugada e saímos lá fora para ver. Infelizmente havia muitas nuvens encobrindo a lua. Estávamos meio desapontados, até que aconteceu. Mesmo com algumas nuvens, vimos o momento exato em que a lua sumiu. Eu não sabia que era tão rápido! Lindo, valeu a pena cair da cama.

Falando na palavra “rápido”, eu dou risada quando vejo quantas palavras latinas os noruegueses gostam de usar aqui. Se no Brasil a moda é usar e abusar do ‘ingreis’, aqui o que reina mesmo é espanhol e português. Por exemplo, tem um aspirador de pó chamado “Ergo Rapido” e no comercial o locutor fala raPÍdo em vez de RÁpido. Já vi uma marca de toalhas de papel para as mãos chamada “Ultima towels”. Se eu fosse dona de uma marca, jamais a chamaria de “última”, por razões óbvias, hahaha. E ainda mais aqui em Frøya, cheinho de indústrias que processam peixe, é um tal de “SalMAR”, “SanaMAR”, “BioMAR”. Se eu vir mais alguma marca com nome latino eu posto aqui.

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *