Entrando no ritmo

Entrando no ritmo

Duas semanas se passaram desde a minha estréia como estudante em Trondheim. Tivemos quase dez dias de seminários sobre como escrever textos acadêmicos, ou seja, os temidos trabalhos de conclusão de curso e monografias. Difícil, mas não impossível. Não vou me preocupar com isso até chegar a hora de entregar um trabalho desses. Eu sobrevivo.

Final de semana passado fomos ao cinema assistir ao último “Batman” – muito bom, eu recomendo.  Depois, experimentei “kebab”, que nada mais é do que um bom churrasco grego (os paulistanos sabem do que eu estou falando) à moda turca. Só que aqui é servido desta maneira:

Sexta-feira tivemos finalmente uma aula de uma matéria em inglês. A professora, apesar de um pouco nervosa, deu muitas informações úteis. Como sempre, não poderia faltar estudantes com perguntas cretinas (“Nós somos obrigados a fazer os exercícios que você distribuiu?”, “Nós somos obrigados a comparecer às reuniões em grupos?”) e observações mais cretinas ainda (“A propósito, já são quatro horas.”). Haja paciência.

Esta mesma professora nos avisou sobre uma prova oral para avaliar nosso nível de inglês daqui a 1 mês. Quem não passar, terá uma nova chance. Quem ainda assim não passar, fica de fora do curso. Vou ter que voltar aos velhos tempos e conversar somente em inglês com o Morten.

Viajamos para Frøya e trabalhamos muito no nosso jardim, além de fazer uma faxina geral.  Que saudades de morar na nossa casinha! Fiz pastel, que descobri ser um dos pratos favoritos do meu marido. A vida é uma caixinha de surpresas.

Esta semana vamos começar o horário normal de aulas. Acho que vou ter que começar um blog em inglês, recomendação da professora a todos os estudantes. Então, vou ter que dividir o tempo entre este e o outro blog. Depois eu passo o endereço. 

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *