Sabolândia

Sabolândia

Sexta-feira, não fui trabalhar no jardim de infância. Resolvi ficar em casa e ir limpá-lo no sábado. Eu consegui fazer um prato típico norueguês chamado fårikål – pedaços de carne de cordeiro com repolho, sal e pimenta. Facílimo de fazer. Ficou muito bom! Mais tarde, fomos a um barzinho que fica do lado do nosso prédio tomar um drink. O lugar estava lotado, e as pessoas estavam na faixa etária dos 30+. Adoramos. Foi nesse mesmo bar que nós almoçamos no dia anterior da minha viagem ao Brasil em dezembro do ano passado. Depois do drink demos uma voltinha no quarteirão, mas estava um frio congelante! Que beleza andar uns minutinhos e entrar no prédio, decidamente aquecido.

Ontem, sábado, meu marido foi a um evento promovido pelos colegas de trabalho em um chalé num lugar fora de Trondheim. Com tantas viagens e eventos, ainda não conseguimos passar um final de semana sequer juntos, sem compromissos externos. Mas, no final de semana que vem, isso se tornará realidade, espero.

Peguei o ônibus para o jardim de infância e ao descer, a surpresa desagradável. O chão estava um sabão, escorregadio que só ele. Mas, não entrei em pãnico, pois afinal tinha em minha mochila meus salvadores brodder. Foi só colocá-los e lá fui eu andando calmamente. Vi alguns carros derrapando na rua e fiquei até com medo de ser atropelada na calçada por um carro desgovernado. Muitos ainda não trocaram os pneus de verão pelos de inverno, então acidentes acontecem facilmente.

Hoje, vou ter que mergulhar nos livros, pois tenho um trabalho para entregar domingo que vem. Amanhã, vou buscar meu passaporte na polícia e terei uma reunião do trabalho de tarde. Segunda é o dia mais corrido para mim.

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *