Mais um ano se inicia

Mais um ano se inicia

Passamos o Natal na casa dos meus sogros, desta vez com a presença dos mais novos membros da família: nossos sobrinhos. Eles ainda são muito pequenos, têm quatro meses, então não entendem nada que está se passando ao seu redor. Ano que vem será mais divertido. Ganhamos alguns presentes que havíamos comentado que precisávamos (aqui é comum os familiares trocarem lista de presentes, isso facilita muito a vida), mas, também ganhamos algumas coisas que não agradaram tanto. Eu e meu marido tentamos trocar os presentes, e só não conseguimos trocar um ainda. Pode até soar arrogante da minha parte dizer que ganhei presentes de que não gostei (não posso deixar de lembrar da minha avó dizendo “cavalo dado não se olha os dentes”), mas o que acontece aqui na Noruega é que se dá muitos presentes, coisa com a qual eu não estou acostumada, e muitas vezes essa febre de se dar tantos presentes faz com que as pessoas se estressem e comprem a primeira coisa que veem pela frente, só para se livrar da tarefa. Além do mais, moramos em um apartamento pequeno, e sinceramente meus armários estão mais do que lotados. Ganhar uma coisa que eu sei que não vou usar e ter que espremê-la em um armário já lotado de antemão não soa muito prático. Outra coisa que costumamos fazer com presentes repetidos é guardá-los para dar de presente a outra pessoa. Mês sim, mês não, tem aniversariante na família, então sempre temos que estar pensando que presente vamos ter que dar. Cansativo, na minha opinião.
Nos dias entre o Natal e o Ano Novo eu não tive que trabalhar, mas minha vida social esteve bastante corrida. Visitei uma amiga, recebemos a visita dos meus sogros e amigos, mas na véspera de Ano Novo, como de costume, só eu e meu marido. No jantar saboreamos uma iguaria norueguesa chamada Rakfisk – trutas curtidas – acompanhadas de batatas cozidas, cebola, mostarda, manteiga e pão folha (Flatbrød). O peixe se compra pronto e é só fatiar e servir. Mais prático, impossível. Às onze e meia saímos para ver os fogos de artifício e tínhamos conosco nossos próprios fogos, que soltamos em um lugar onde se é permitido soltá-los. A noite estava agradável, não fazia um frio insuportável e não estava escorregadio nas ruas.
E assim nos despedimos de 2011 e entramos em 2012. Meu marido começou no novo emprego (mesmo batlocal, mesmos batcolegas, só que foi promovido a um cargo mais alto), e eu voltei para a escola, o estágio e as leituras para a faculdade. Entre janeiro e final de março vou ter que entregar 3 trabalhos, estudar para 3 provas, e nem sei quantas provas vou ter que corrigir na escola. O estágio também consome tempo e neurônios, mas felizmente ele terminará no final de janeiro. Uma coisa ótima que está acontecendo é que a minha mentora já me pediu novamente para ser sua substituta, o que significa que ela confia no meu trabalho e eventualmente pode me indicar novamente no futuro caso a escola precise de professor. Aos poucos vou construindo minha rede de contatos profissionais.
Ainda bem que em meados de fevereiro já teremos uma semana de férias, a chamada vinterferie (férias de inverno).
O inverno por aqui está muito rigoroso. Nem tanto pelo frio e pela neve, mas por causa da falta de sol. Há pouquíssimas horas de luz e eu percebo que a falta de luz solar me dá muita fadiga. Mesmo tomando óleo de fígado de bacalhau e indo à academia, tem dias que não tenho energia para ir estudar depois do jantar (entre 18 hs e 22hs). Isso é frustrante por que se perde muito tempo precioso. Em março a luz solar começa a dar o ar de sua graça e os dias ficam mais claros.

7 Replies to “Mais um ano se inicia”

  1. Oi Raquel, esse cansaço, fadiga que vc sente pode ser ausência de vitamina D, que é produzida naturalmente no nosso corpo qdo estamos expostos ao sol. Só o Omega 3 não adianta. Eu estou tomando um complexo multi vitamínico que trouxe do Brasil e agora sim, não tenho mais essa moleza e fadiga me acompanhando. Tenta e veja se vc se sente melhor.

    Aqui onde moro só fomos ter neve agora em janeiro e não está tão frio, graças à Deus.. os termômetros estão sempre beirando os 3 graus positivos. Bjos e Godt Nytt År

  2. Obrigada pela dica, Daniela. Eu vou tentar achar um produto que tenha além de ômega 3, mais vitamina D e vou ver o que acontece.
    Feliz ano novo para você!

  3. Boa Noite Raquel! Encontrei seu blog na internet e me identifiquei muito com sua história. Meu nome é Aloma, moro no Rio de Janeiro, tenho 27 anos sou casada há um ano. No ano passado meu marido recebeu uma proposta de trabalho da SIEMENS na Noruega e nos mudamos pra cá no último sábado. Ainda estamos nos adaptando por aqui e como ainda estamos nos primeiros dias, tudo por enquanto é festa! kkkkk Hoje vimos neve pela primeira vez caindo e ficamos igual criança!! kkkk O frio chega a ser doido aqui e isso estamos sentindo muito! Trondhein é linda! Vamos ficar aqui dois anos e por enquanto estamos hospedados no Comfort Hotel e procurando uma casa/ apartamento para alugar. Espero manter contato. Meu e-mail é aloma.goda@gmail.com. Beijos!

  4. Bom Ano Novo com muita saúde!
    Chamo-me Nuno e sou de Portugal.
    Gosto muito de ler o teu blog que vou acompanhando de vez em quando.
    Já estive na Noruega em férias de verão e gostei muito, principalmente pelas lindas paisagens.
    Não imagino passar um inverno assim tão escuro…mas o ser humano é fantástico, tem uma grande capacidade de adaptação!

  5. Oi Raquel,
    Ja pensou em comprar aquela lampada da Philips, para repor a luz que está faltando? Ajuda bastante!!!
    Parabéns para o seu marido pelo emprego novo e parabéns pra você, pelas conquistas profissionais!!!
    abraços,

  6. Aloma, boa sorte para vocês na nova vida! Eu adoro Trondheim, não meu vejo morando em outro canto na Noruega.
    Bete, feliz ano novo para você também!
    Sam, ontem eu e meu marido compramos uma lâmpada parecida, vou escrever sobre isso na próxima postagem. Beijos!

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *