Resposta a um comentário

Resposta a um comentário

Eu sou péssima para responder a perguntas sobre a Noruega, admito. Na maioria das vezes é por pura falta de tempo, mas algumas vezes as perguntas me dão a impressão de que quem pergunta quer que eu seja agente de empregos, agente de viagens, ou seja, em vez de ir na net procurar, a pessoa quer que eu sirva as informações de bandeja para ele(a). Quando eu estava sondando a possibilidade de vir para cá, achei tudo sozinha e quando eu caí na besteira de perguntar para os que já residiam aqui, ouvi cada absurdo de informação furada que eu nem quero lembrar. Então, um conselho: jamais acredite na primeira informação que você receber. Sonde bastante e sempre procure fontes confiáveis.
Ontem, recebi um comentário no blog com uma pergunta e resolvi escrever um post respondendo a esta pergunta, por que é relevante para muitos que queiram mudar para cá. Aqui está um trecho do comentário:
Já venho namorando um norueguês por algum tempo, já fui aí na noruega algumas vezes para visitá-lo e ele vive dizendo que se eu aprender o norueguês, portas vão se abrir. Que minha prioridade deveria ser aprender o norueguês. Daí te pergunto: vc acha o mesmo? vc entrou na faculdade aí por ter aprenndido o norueguês ou vc já entrou na forma tradicional com inglês fluente?
Antes de mais nada, vou responder à pergunta à partir do meu ponto de vista. Tenho certeza que outras pessoas terão uma opinião completamente oposta à minha, o que é ótimo, por isso eu volto a insistir que você que perguntou pergunte a mais 2,3, 10 pessoas que moram aqui na Noruega para então tirar tuas próprias conclusões.
Eu concordo, sim com o teu namorado. Saber norueguês abre muitas portas, sem falar que, se você está decidida a morar aqui durante muitos anos, terá que se incluir na sociedade e na cultura do lugar. Essa de morar na Noruega e não se envolver é furada. Você acaba se isolando, não entende nada do que acontece por aqui e com os invernos escuros e congelantes vêm a sensação de solidão, o isolamento e coisas piores. Se você tiver a sorte única de conhecer brasileiros perto de onde você mora e fizer amizade somente com eles e falar somente português, vai cair naquela armadilha em que muitos imigrantes caem: acabará formando panelinhas nada saudáveis. Para se incluir na sociedade e na cultura norueguesa, tem que saber falar o idioma. É bem verdade que os adolescentes e a maioria dos adultos entende inglês e consegue se comunicar em inglês. Mas, sempre haverá situações em que só se falará norueguês, e nem todos estarão dispostos a traduzir absolutamente tudo que está sendo dito para o inglês. Fico profundamente irritada com alguns estudantes de intercâmbio da NTNU que, quando vão fazer as provas, ficam furiosos por que as instruções dos fiscais são transmitidas somente em norueguês. São estudantes que moram aqui um ano, até mais, e não se dão o trabalho de aprender o mínimo para se poder sobreviver aqui. Eu acho uma tremenda arrogância esperar que todo o mundo aqui vá falar inglês. Para citar outro exemplo, em nossas férias em Paris ano passado fomos comprar bilhetes de metrô e, perguntei à funcionária da bilheteria em um francês muito capenga, mas do jeito mais educado possível se ela falava inglês. Ela, visivelmente brava, respondeu um “NOOOOON” bem sonoro. Ou seja, nem sempre falar inglês adianta alguma coisa.

Bom, quanto à faculdade, eu fui obrigada a cursar norueguês no nível de videregående (ensino médio do Brasil) aqui, por que queria entrar na faculdade de pedagogia. Para ser professor na Noruega tem que saber falar norueguês com os alunos. Fiquei sabendo de alguns professores de espanhol que pensavam que tirariam de letra lecionar espanhol sem saber norueguês por que, afinal, as aulas eram de espanhol e eles pensavam que não precisariam do norueguês para nada na sala de aula. Ledo engano. Os alunos reclamaram que não entendiam a gramática e o professor não conseguia explicar as regras em norueguês. Eu não sei que tipo de faculdade você está querendo cursar aqui, mas eu creio que alguns cursos não exigem o norueguês. Peça para o teu namorado pesquisar no site da faculdade que você gostaria de frequentar. De qualquer maneira, ao entrar no mercado de trabalho o norueguês vai ser importante para seu desenvolvimento profissional e para o desenvolvimento social também. Boa sorte!

6 Replies to “Resposta a um comentário”

  1. Eu morei aí somente por um ano como intercambista, e assim que eu aprendi norueguês foi muito mais fácil arrumar amigos, pois isso mostrava, além de eu poder conversar também com a família deles, que eu estava interessada e respeitava a cultura do país. Eu acho que se a pessoa for morar na Noruega por pouco tempo (menos de 1 ano) não precisa aprender norueguês (apesar de que eu acho que aprender pelo menos o básico seria legal), mas pra quem pretende se casar e fazer da Noruega um lar, aí eu concordo com você Raquel, o mínimo que a se deve fazer é aprender a língua do país.

    beijos!

  2. Raquel, concordo em gênero, letras e números com o seu comentário. Se isolar aqui é furada. Não aprender norueguês também é. Ficar só com amizades de brasileiros também é, fica sempre a mesma mesmice de sempre. É importante ter amigos de outras nações também aqui, principalmente procurar se envolver com os noruegueses.

    Beijo

  3. Oi Raquel
    Obrigada pela resposta. Nem esperava que vc fosse responder tão rápido! rsrs Tb senti exatamente isso quando morei nos EUA, é muita gente perguntando sobre muita coisa, vc realmente se sente uma página de “classificados” ambulante! RS…espero não ter te incomodado com as minhas perguntas. Só que de repente escrevi algo sobre Noruega no Google e apareceu alguns blogs, um deles era o seu. Comecei a ver que algumas meninas davam informações úteis sobre muitas coisas interessantes (como documentações, por exemplo) e que ajudam muito a ver de uma outra perspectiva sobre a vida aí. Nunca tinha entrado em blogs apesar de algumas amigas terem. Fiz até uma conta pq não queria escrever em ANÔNIMO(gosto de me identificar), fiz a conta no dia que te escrevi. Não sou ligada em blogs, mas como o que vcs viveram no passado é o que eu vivo agora com um namorado norueguês, só quis perguntar, tirar dúvida. As “panelas”(no bom sentido) fazem com que a gente não aprenda e se sinta mais ligada a ela do que na vontade de evoluir com uma nova língua. Mas é interessante saber que não importa onde, vc sempre vai encontrar um brasileiro, estamos espalhados em todo o lugar.rs Nesse aspecto entendo bem, sempre é importante se integrar, fazer amigos nativos do país. Só queria saber mesmo sobre a faculdade, não sobre trabalho. Acho importante ter uma aí caso isso se concretize, já que o diploma daqui não é 100% aceito aí. OBRIGADA mais uma vez por ter respondido.

  4. Olá Raquel, estava aqui querendo saber um pouco mais sobre a Noruega e ao pesquisar no google encontrei seu blog.Meu marido está em Oslo á trabalho, acredito que essa semana ele já esteja de volta, ficou cerca de três semanas e caso haja a possibilidade de ir já sei que ele vai ficar bem tentado(pq hoje mesmo nós falamos pelo skype e ele disse que seria fácil morar aí por dois anos, tempo de um curso que a empresa pode mandá-lo fazer), bem por isso resolvi saber um pouco mais.Adorei seu blog, tudo muito claro, não consigo parar de ler.rsrsrsr

  5. Concordo totalmente com o seu ponto de vista.
    Lendo o comentário de Jana, que foi quem te fez a pergunta, vi que ela pensa somente em faculdade, não sei 100% e isso talvez mude de um local pra outro aqui na Noruega, mas acredito que aqui em Stavanger, pra cursar faculdade, tem que ter inglês e norueguês. O inglês através de aprovacäo no ielts ou toefl, ou cursando a videregående, e o norueguês com aprovacäo no bergenstest ou cursando a videregående ou cursando norueguês dentro da universidade, claro que isso depois do candidato cumprir os requisitos. Pelo que eu sei pra cursar norueguês na faculdade tem que ter um ano de faculdade no Brasil e mais aprovacão na prova de inglês. E ainda tem professores que falam nynorsk e livros em nynorsk, ai quem aprendeu bokmål (tanto a videregående quanto o curso de norueguês da Universidade sao em bokmål) tem que se virar.
    Ah, tem mestrado so com inglês, mas vi que não eh o caso de Jana, ela quer cursar uma faculdade.
    Mas de todo jeito, saindo da faculdade e continuando a morar aqui, o norueguês vai ser importante pra entrar no mercado de trabalho, alguns empregos ate aceitam so o inglês, mas na disputa de uma vaga com um candidato que fale noruegueês e inglês, esse vai levar vantagem.
    Bom, são essas informacões que tenho, já pesquisei sobre o assunto pois pretendia, ou pretendo, estudar alguma coisa aqui mais pra frente.

    Beijo

  6. Olá Raquel,
    concordo plenamente com cada palavra.
    Mas lhe enviei um Email, com algumas duvidas, pois temos no Brasil poucas informações sobre o processo de estudos na Noruega e o seu blog é um modelo em relação ao supracitado.
    Espero não ter incomodado…
    Abraços!

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *