Inverno rigoroso

Inverno rigoroso

O mês de janeiro se foi, e dizem que janeiro é o mês em que o inverno aqui na região onde moro é mais rigoroso. Eu estou no centro da Noruega, onde costuma nevar muito. Eu gosto de ver neve, mas andar com neve é outra coisa. Os floquinhos no rosto irritam, se caem no olho irritam mais ainda. O jeito é apelar pro guarda-chuva. Sem falar que, se neva um dia e no dia seguinte as temperaturas caem drasticamente, a neve vira gelo e as calçadas e ruas ficam muito escorregadias. Mas, eu nunca saio de casa sem meus brodder, as solas com tachinhas que previnem quedas no gelo. Um vizinho (brasileiro, inclusive), quebrou o pé há dois meses por que se atreveu a descer a ladeira aqui do lado sem brodder.
Semana passada, fui ao baile de ano novo da escola e gostei muito do que eu vi. Os alunos se portaram muito bem (fiquei sabendo que em anos anteriores houve incidentes em que alguns alunos entraram no baile com bebidas alcóolicas escondidas na bolsa), a comida estava ótima, a maioria dos alunos dançou o tempo todo e alguns cantaram e tocaram. Ano que vem, minha classe, junto com mais outras três, serão responsáveis pela organização do baile, então foi bom comparecer este ano e ver como é.
Estou realizando um projeto com três colegas de faculdade (uma russa, uma norueguesa e um alemão) que teremos que entregar no curso de pedagogia. Trata-se de uma pesquisa para averiguar se os alunos aprendem melhor se recebem feedback por escrito ou oralmente quando escrevem textos em espanhol ou alemão. Vou entrevistar alguns alunos para coletar dados, é um trabalho bem complexo. Vamos escrever 20 páginas, mas teremos que entregar o rascunho somente em abril. Eu não gostava de trabalhar em grupo, por que sempre tem aquele parasita que não faz nada, mas desta vez todos estão fazendo a sua parte.
Hoje entrei de férias de inverno. É uma tradicional semana de folga para alunos e professores, que se usa geralmente para esquiar, descansar nos chalés nas montanhas ou – no meu caso –  colocar todas as tarefas domésticas em dia, além de estudar. Na segunda-feira, vamos ao teatro assistir à peça A Morte do Caixeiro Viajante, de Arthur Miller, em uma montagem norueguesa. O teatro aqui de Trondheim sempre tem boas peças em cartaz.
Vou tentar escrever com mais frequência daqui para frente, à medida que vou me livrando das tarefas pendentes.

One Reply to “Inverno rigoroso”

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *