Como é bom estar de férias!

Como é bom estar de férias!

Estou agora escrevendo direto de São Paulo, depois de uma semana na Espanha com a família do meu marido e uma viagem longa via Oslo e Milão. Tudo correu muito bem, não perdemos nenhum voo e nenhuma bagagem, e agora estamos desfrutando o inverno paulistano, com temperaturas altas durante o dia, mas baixas durante a noite. Emprestamos a casa dos meus avós, que estava desocupada. Tivemos muito trabalho para deixá-la habitável, mas agora sentimos que temos uma casinha aconchegante. Estamos passando os dias correndo atrás de documentos, arrumando a casa e descansando também.

Quando estávamos na Espanha, recebi as notas da faculdade. Tirei um A e dois Bs (as notas vão de A a F, sendo que F é reprovação).  Fiquei muito feliz, pois consegui tirar notas altas apesar de todas as outras coisas que tiver que fazer enquanto estudava. Com isso posso me considerar professora do ensino fundamental e médio na Noruega! 😀 O diploma vai chegar só em setembro ou outubro, mas com as notas já posso documentar minha formação superior.

Meu marido vai começar a escrever um blog contando as suas impressões e experiências. Ele já havia estado aqui antes, por períodos curtos, mas agora vamos ficar mais tempo. A ideia é escrever em norueguês e em português com a minha ajuda, mas vamos ver o que conseguimos fazer. O blog vai se chamar, claro, “Vim parar no Brasil”.

4 Replies to “Como é bom estar de férias!”

  1. Que legal que você está no Brasil! Parabéns pelas notas, suas conquistas me inspiram muito, Raquel. Depois coloca o link para o blog do seu marido, se ele quiser é claro, pra gente acompanhar também. Deve ser bem interessante ver as impressões de um norueguês sobre o nosso país.

    beijos e boas férias!

  2. Oi Raquel!
    Que tal estender as férias também para o interior paulista? O Esposo terá ainda mais subsídios para o novo blog…
    Espero que ele consiga desmitificar nosso Brasil para os escandinavos. Meu último post “masculinizado” versa sobre isso.

    Excelente descanso, aluna aplicada. Abraços interioranos.

  3. Oi, Cristina! Seria mesmo uma experiência riquíssima para ele conhecer o interior, pois ele só conhece grandes centros urbanos (São Paulo e Rio) e o litoral do Brasil. Vamos ver o que conseguimos fazer no tempo em que estivermos por aqui. Obrigada pela sugestão! Abraços!

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *