Uma quarta-feira diferente

Uma quarta-feira diferente

Minhas quartas-feiras são geralmente muito corridas. Mas esta quarta-feira que passou (28/10) foi diferente. Eu fui convocada para fazer um curso e não precisei ir trabalhar na escola. Mais ou menos às 11hs30min da manhã eu olhei pela minha janela e me deparei com esta vista:

Uma cortina pesada de neblina por toda a cidade! Mais tarde ouvi no noticiário local que esta neblina pairou sobre Trondheim por quatro horas.
Saí de casa e continuei fotografando, já pensando em documentar este dia aqui no blog (estou tentando voltar a postar mais regularmente). Este é o topo da ladeira entre a minha casa e o centro de Trondheim. As folhas de outono estão por todos os cantos:

Caminhando mais cinco minutos cheguei ao bairro de Bakklandet. Tirei a foto quando eu estava prestes a atravessar a ponte da cidade velha (Gamle Bybro) onde se avista o portal da felicidade ao fundo (Lykkensportalen):

Na metade da travessia da ponte, uma vista do rio Nid no sentido da catedral de Nidaros: 

E uma foto mais próxima do portal da felicidade:

Quase chegando ao local do curso. Aqui a catedral de Nidaros do lado posterior:

E finalmente, a fachada da catedral envolvida em neblina:

O curso foi realizado no segundo andar do prédio onde funciona o café e a loja de lembranças da catedral:

O curso baseou-se em orientação para mentores de professores recém-formados. Eu, recém-formada há dois anos,  sou agora mentora de uma professora recém-formada na escola onde trabalho! Não me perguntaram se eu queria ser mentora, mas eu aceitei o desafio. No curso aprendi muito. Haverá outro curso em fevereiro:

Para me despedir, vou deixar uma canção da qual gosto muito e que adoro escutar enquanto caminho pelas ruas cobertas de neblina e de folhas aqui em Trondheim:



Este artista chama-se Odd Nordstoga. Já postei uma canção de Natal interpretada por ele e Sissel Kyrkjebø nesta postagem aqui. Ele tem um dialeto muito peculiar da região de Vinje. Este dialeto é diferente do dialeto daqui de Trondheim. Vou tentar voltar semana que vem. Agradeço muito os leitores que comentaram me incentivando a  continuar escrevendo. 

3 Replies to “Uma quarta-feira diferente”

  1. Olá Raquel (exatamente o nome de minha irmã também). Estive na Noruega por uma temporada, exatamente o verão, neste ano e fiquei apaixonado. Conheci Bergen, Geiranger, Kristiansand e outros lugares e cidades. Estive trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros e agora já voltei ao Brasil. No entanto, quanto mais conhecia a cultura, mais me motivava a, um dia, morar aí. Iniciei minha graduação em Psicologia e parei, pois quero ser piloto de aeronaves. Gostaria de iniciar uma vida nova no país, mas já percebi que as portas estão abertas (no caso dos brasileiros), para os que já têm uma formação e vão executar alguma tarefa que outro norueguês não possa fazer (a ponto de exigir do empregador uma declaração tal para que se possa permanecer com visto de trabalho). Sei que ilegal não é uma boa forma de estar em um país, ainda mais com um inverno tão rigoroso, correndo o risco de não conseguir emprego e/ou assistência em caso de necessidades. Portanto, pretendo ir à Irlanda para melhorar meu inglês e passar uma temporada de 8 meses, permitidos pelo visto de estudante. Se você conhece alguém que tenha entrado no país e permanecido, como no meu caso, agradeceria se compartilhasse informações mais detalhadas. Obrigado por voltar ao seu blog, fiquei muito contente em vê-lo com novas informações. Um abraço.

Legg igjen en kommentar

Din e-postadresse vil ikke bli publisert. Obligatoriske felt er merket med *