Måned: mai 2016

Cheguei aos 40

Cheguei aos 40

Exatamente hoje estou completando 40 anos de vida. Pela primeira vez nesses quarenta aniversários, eu estou muito pensativa a respeito de completar mais um ano de vida. Na Noruega eles chamam os aniversários de 30, 40, 50, 60 anos, etc. de «runddag», dia arredondado. Muitas pessoas comemoram com grandes festas e muitos convidados. Não será o meu caso. Vou comemorar a data no aconchego do meu lar, na companhia do meu marido com churrasco norueguês e um bolo (quem me segue no Instagram deve ter visto que estou me aventurando como boleira amadora).

De manhã senti gratidão por ter saúde, por ter um emprego aonde ir todos os dias, um ganha-pão que me propociona muito aprendizado e que me dá a oportunidade de financiar minhas tão esperadas e planejadas viagens. Senti gratidão por ter minha moradia própria, por ter segurança e estabilidade. Acima de tudo senti gratidão por ter um esposo que tem o maior estoque de paciência do mundo, o melhor companheiro que eu poderia ter.

Estranho constatar que aos 40 anos eu estou na melhor forma física. A melhor comparada com os outros anos, mas longe de ser a melhor, ideal forma para mim. Estou trabalhando para mudar isso, sinto orgulho do meu progresso ás vezes, outras vezes dou alguns deslizes. Dá um pouco de medo saber que dentro de algumas semanas vou receber uma convocação para fazer a minha primeira mamografia, o que acontece automaticamente na Noruega. Com a idade aumentam os riscos de certas doenças, é fato.

Hoje é um dia típico de verão, sol e calor na quase sempre gelada e cinzenta Trondheim. Como é bom aniversariar em maio, o verão chega e o dia é quase sempre maravilhoso. Faltam somente 21 dias para o encerramento do ano letivo. Vou ter minhas tão aguardadas 8 semanas de férias. Este ano não sairemos da Noruega (talvez iremos para a Suécia, mas é tão perto que nem se considera mais como exterior). Continuo esperando pela resposta da UDI para minha solicitação de cidadania, parece que vai chegar somente em agosto. Tomara que este verão seja quente e ensolarado, coisa que infelizmente não é uma certeza aqui na região central da Noruega.

Usei meu bunad no dia 17 de maio, fotos virão.