Kategori: aniversário

Cheguei aos 40

Cheguei aos 40

Exatamente hoje estou completando 40 anos de vida. Pela primeira vez nesses quarenta aniversários, eu estou muito pensativa a respeito de completar mais um ano de vida. Na Noruega eles chamam os aniversários de 30, 40, 50, 60 anos, etc. de «runddag», dia arredondado. Muitas pessoas comemoram com grandes festas e muitos convidados. Não será o meu caso. Vou comemorar a data no aconchego do meu lar, na companhia do meu marido com churrasco norueguês e um bolo (quem me segue no Instagram deve ter visto que estou me aventurando como boleira amadora).

De manhã senti gratidão por ter saúde, por ter um emprego aonde ir todos os dias, um ganha-pão que me propociona muito aprendizado e que me dá a oportunidade de financiar minhas tão esperadas e planejadas viagens. Senti gratidão por ter minha moradia própria, por ter segurança e estabilidade. Acima de tudo senti gratidão por ter um esposo que tem o maior estoque de paciência do mundo, o melhor companheiro que eu poderia ter.

Estranho constatar que aos 40 anos eu estou na melhor forma física. A melhor comparada com os outros anos, mas longe de ser a melhor, ideal forma para mim. Estou trabalhando para mudar isso, sinto orgulho do meu progresso ás vezes, outras vezes dou alguns deslizes. Dá um pouco de medo saber que dentro de algumas semanas vou receber uma convocação para fazer a minha primeira mamografia, o que acontece automaticamente na Noruega. Com a idade aumentam os riscos de certas doenças, é fato.

Hoje é um dia típico de verão, sol e calor na quase sempre gelada e cinzenta Trondheim. Como é bom aniversariar em maio, o verão chega e o dia é quase sempre maravilhoso. Faltam somente 21 dias para o encerramento do ano letivo. Vou ter minhas tão aguardadas 8 semanas de férias. Este ano não sairemos da Noruega (talvez iremos para a Suécia, mas é tão perto que nem se considera mais como exterior). Continuo esperando pela resposta da UDI para minha solicitação de cidadania, parece que vai chegar somente em agosto. Tomara que este verão seja quente e ensolarado, coisa que infelizmente não é uma certeza aqui na região central da Noruega.

Usei meu bunad no dia 17 de maio, fotos virão. 

Era uma festa norueguesa com certeza

Era uma festa norueguesa com certeza


Somente hoje estou escrevendo, por que estive viajando, voltei domingo à noite e ontem trabalhei. A festa foi sensacional, me diverti muito, mas não dançando e sim como observadora. Sábado eu pude elaborar um perfil do que é uma festa norueguesa. Meus sogros planejaram tudo com o maior cuidado, e o resultado foi perfeito! Aqui vai uma lista dos pontos altos da noite:

Missão possível


Eu e o Morten, como quase todos os parentes, tiveram uma função na festa. A nossa foi de recepcionar os convidados, dizer «Velkommen» e oferecer-lhes um coquetel de boas-vindas. Também fomos responsáveis por colocar os bolos em uma grande mesa após o jantar e posicionar xícaras de café e pires nas mesas dos convidados. Aliás, não houve somente um grande bolo de aniversário e ninguém cantou a música do parabéns, foram servidos vários bolos e sobremesas. Os primos do Morten ficaram encarregados de servir a comida (carne de cordeiro, batatas gratinadas e legumes cozidos) e o vinho, tudo detalhadamente comandado pelo tio do Morten. Acho que nem serviço de buffet teria sido tão perfeito.


Discursos musicais


Se eu não perdi as contas, houve pelo menos 8 discursos durante a festa. Em dois deles, os discursantes cantaram canções especialmente compostas para os aniversariantes. Comentei com o Morten e meu cunhado que no Brasil as pessoas geralmente não preparam homenagens deste tipo, apenas vão à festa, parabenizam o anfitrião, comem, bebem e vão embora. Ponto para os noruegueses, que exprimem gestos de carinho, como os discursos.


Rap da sogrinha


Durante o jantar, vimos entrando no salão um menino carregando um rádio, de camiseta e jeans bem largos e boné na cabeça. Quando eu olhei atentamente, não acreditei: era minha sogra, que simplesmente cantou um rap para meu sogro! Ela é baixinha e magrinha, parecia mesmo um garoto rapper. Com certeza este foi o ponto mais alto da festa, todos ficaram surpresos e comentaram a festa inteira.


Bamses fødselsdag


A surpresa com a qual eu contribuí foi um vídeo composto de fotos dos meus sogros desde a juventude, embalados pela canção «Bamses fødselsdag», uma música tradicional infantil (que fala do aniversário de 50 anos do papai urso), cuja letra o Morten modificou e incluiu passagens da vida dos dois. Meu cunhado gravou a música e meu outro cunhado selecionou as fotos.  O vídeo foi exibido num projetor e os convidados parecem ter adorado. Os meninos distribuíram a letra da música ao final e meus sogros ficaram emocionados.


Soltando a franga


Depois do jantar e sobremesa com todos bem comportadinhos, foi aberto o baile e com ele, o bar. Aí, a coisa começou a pegar fogo. A bebida deixou muitos convidados bem mais soltos e menos tímidos, e houve algumas cenas hilárias, mas não posso contar aqui por motivos de privacidade. Felizmente meu marido se comportou bem, hehe. Mas, eu compreendi que uma festa norueguesa é assim mesmo e, afinal de contas, as festas no Brasil também têm dessas coisas. Eu é que fico chocada à toa, pois nunca participei do universo dos efeitos do álcool. Eu bebi meia taça de vinho tinto, meia taça de vinho branco, um cálice de licor Baileys e refrigerante. Fomos embora às 3 horas da manhã. Pelo que pude constatar, o norueguês não é nada frio. Muitas piadas, brincadeiras e demonstrações de amizade e carinho. Estou começando a achar que esta história de frieza é pura lorota. Muitos convidados vieram conversar comigo e eu nunca falei tanto norueguês em toda a minha vida. Fiquei muito feliz, parece que a coisa está engrenando.


Mudando de assunto, nosso carro não está conosco ainda. O vendedor ligou sexta e disse que foi descoberto um problema, e que por isso ele trocaria a peça de graça e viria nos entregar o carro pessoalmente amanhã. Então continuamos com o carro emprestado da agência. A professora de norueguês ligou ontem para o Morten e disse que infelizmente ela não pode deixar que eu comece ainda, pois a UDI não liberou a autorização. Mas, ela me disse que meu processo já passou por uma etapa (de quantas?) e que nós devemos aguardar mais um pouco. Dia 16 vai fazer 2 meses que entrei com o pedido, vamos ver quantos meses de canseira eles vão nos dar.


Como já foi dito, dia 17, quinta-feira, é o dia mais importante do norueguês. Já vi a explicação em outros blogs, mas se você está lendo sobre isso pela primeira vez, aqui vai um resumo:


Depois de 400 anos de dominação pela Dinamarca, a Noruega ficou independente deles em 1814 e entrou em uma união livre com a Suécia. Naquele mesmo ano, no dia 17  de maio, foi outorgada a constituição do país. Embora a união com a Suécia tenha durado até 1905, o dia da ‘independência’ norueguês é oficialmente no dia 17 de maio de 1814, portanto, há 193 anos.



Assinatura da constituição da Noruega. Eu vi uma cópia da constituição na biblioteca de Hitra, e as assinaturas eram na verdade gotas de sangue dos membros da assembléia


A comemoração é algo único. Muitas casas têm em seu quintal um mastro, onde hasteiam a bandeira da Noruega. Todos devem usar uma roupa impecável, a melhor que tiverem. Os que têm o bunad, traje típico, usam-no obrigatoriamente neste dia. A maioria empunha uma bandeira do país ou usa uma fita afixada à roupa com as cores da bandeira. Cada município tem seu programa de comemoração. Aqui onde eu moro, vamos desfilar todos juntos do cais até a praça central por volta das 10 hs da manhã, com a banda tocando canções tradicionais, como a canção do rei e outras. Chegando na praça, o prefeito irá falar algumas palavras e tocará o hino nacional. Mais tarde, eu e o Morten iremos até a ‘grendahus’ (salão de festas que pertence a todos os habitantes do bairro onde moro) e as crianças participarão de gincanas. Nós vamos vender bolos e doces no quiosque. Neste dia as crianças têm permissão de comerem quantos cachorros-quentes, sorvetes e beberem quantos refrigerantes elas quiserem.  Vou postar fotos aqui no dia seguinte, se possível. Hoje vou deixar algumas fotos que achei na net para que vocês possam ter uma idéia de como é o 17. mai.



Desfile



As duas mulheres na foto estão usando o Trønder bunad


Tenham uma ótima semana!