Kategori: Transporte público na Noruega

Boletim das férias II

Boletim das férias II

Este está sendo, sem sombra de dúvidas, o melhor verão que presenciei desde minha mudança para cá em 2006. Nunca houve tantos dias quentes e ensolarados seguidos. Estamos, claro, nos sentindo sortudos por não termos viajado para o exterior desta vez.

Infelizmente o Brasil não passou da Alemanha, que se consagrou campeã do mundo pela quarta vez. Não sofri nenhum tipo de gozação por parte dos noruegueses. Eles mostraram solidariedade pela derrota e perguntaram até se eu estava bem. Muito civilizado da parte deles.

Desde que voltamos do Brasil em dezembro, estamos sem carro. Como moramos no centro da cidade, perto de praticamente tudo, decidimos esperar para comprar um carro até agora. Já escolhemos o modelo que queremos e esperamos que em breve estejamos motorizados novamente. Dentro de uma semana meu marido terá três semanas de férias e pretendemos passear de carro pela Noruega. Prometo fotos caso o passeio se concretize.

Aproveitando o tema, quero contar um pouco sobre o sistema de ônibus aqui de Trondheim. Não lembro se escrevi isso em outra postagem, mas vou escrever mesmo assim.

1. Você sabe mais ou menos com exatidão quando o ônibus vai passar. As tabelas de horários estão disponíveis para os usuários no ponto do ônibus, em pequenos livrinhos que são distribuídos nos ônibus, na internet e em apps. Este é um exemplo de uma tabela de horário:

Podemos ver os horários em que o ônibus parte do ponto final, além do horário estimado para a parada em cada ponto. Em dias úteis, sábados e domingos.

Como nem sempre o ônibus passa exatamente no horário impresso na tabela, há monitores na maioria dos pontos que são atualizados minuto a minuto e mostram dentro de quantos minutos ele vai passar:

Dentro dos ônibus também há monitores que exibem os três pontos seguintes a cada parada e cada ponto é anunciado por autofalantes em uma gravação. Na foto podemos ver o monitor na parte superior:

2. O pagamento da passagem parece muito com o sistema de São Paulo. Podemos pagar com dinheiro ao motorista (não existe cobrador), com cartão de transporte devidamente carregado com créditos ou pela internet ou por máquinas espalhadas pela cidade e pelo aplicativo Mobillett. Eu estou usando o aplicativo agora que estou de férias. Quando estou trabalhando eu costumo carregar créditos por período, geralmente por um mês, o que me dá direito de andar de ônibus, bonde e barco sem limites por Trondheim e municípios adjacentes. Temos que colocar créditos na nossa conta do aplicativo e podemos comprar a passagem pelo celular, que mostramos ao motorista ao subir à bordo. Geralmente podemos reutilizar a passagem dentro de até 1 hora e meia. Aqui uma foto do aplicativo:

Como podemos ver, a passagem custa 22,50 coroas norueguesas, o que equivale aproximadamente a 7 reais. Compensa usar o aplicativo ou cartão de recarga, por que a passagem paga com dinheiro ao motorista custa 50 coroas, algo equivalente a cerca de 17 reais!

Eu estou muito satisfeita com o sistema de transporte de Trondheim. Claro que nem sempre ele funciona como deveria, mas de um modo geral ele é muito eficiente.