Kategori: Uncategorized

Último dia de férias

Último dia de férias

Hoje chegam ao fim minhas férias de verão (infelizmente um verão que deixou muito a desejar, com chuva e frio na grande maioria dos dias). Ontem fomos ao casamento do meu cunhado e eu me diverti muito. Há muitas diferenças entre uma recepção de casamento norueguesa e uma brasileira, pode ser um assunto para uma das próximas postagens.

Aqui há uma lista de algumas das coisas boas que fiz durante as minhas férias:

  • Vi os reis da Noruega de perto logo no começo das férias.
  • Me tornei cidadã norueguesa e tirei meu passaporte.
  • Emagreci muito graças à muita disciplina e muita atividade física
  • Li muitos livros
  • Assisti muitos filmes e séries
  • Montei um quebra-cabeça de 1500 peças e outro de 1000 peças
  • Aprendi muito sobre maquiagem, organização da casa e muitas outras coisas assistindo a vídeos no You Tube
  • Entrei na faculdade de novo
  • Já comecei a ler os livros para a matéria que vou cursar na faculdade
  • Fui para o chalé nas montanhas

Eu por várias vezes quis gravar o vídeo mostrando o meu bunad. Arrumei a câmera com tripé e tudo, mas sempre tinha alguma coisa que não estava do jeito que eu queria. Um dia esse vídeo sai.

Amanhã então retorno à escola para três dias de planejamento. Os alunos voltam às aulas na quinta-feira. Estou curiosa para ver meu novo escritório, houve uma reforma durante as férias e eu tive que encaixotar todas as minhas coisas. Amanhã já sei que terei que organizar tudo de volta aos seus devidos lugares.

Eu pretendo planejar muito bem meus dias, dedicar tempo depois do jantar para estudar e preparar aulas. Não pretendo deixar a atividade física de lado, pois é exatamente isso que me dá energia para fazer tudo que quero durante um dia corrido. Tampouco quero descuidar da alimentação. Em uma escola sempre tem um bolo tentador, bombons por todos os cantos, alunos vendendo pizzas, pães doces e cachorros-quentes. Vou levar comida saudável nas minhas marmitas para não ter que apelar para as tentações.

Trigésimo primeiro dia de férias

Trigésimo primeiro dia de férias

O tempo aqui na Noruega está muito instável. Chove muito e faz frio alguns dias, outros dias são quentes, mas nublados. Esta semana houve somente um dia de verão. Depois de 10 anos aqui aprendi que não adianta reclamar, temos que nos resignar ao fato de que assim é. Há muitas coisas para se fazer em casa quando o tempo não está bom. Estou lendo Revolutionary Road, assistindo muitas séries e filmes, vídeos no You Tube, fazendo tarefas domésticas que nunca dá tempo de fazer quando estou trabalhando (organizar armários, doar roupas e outras coisas de que não preciso, etc.).

Depois de algumas experiências positivas, passei a fazer IMG_20160723_151246mais compras pela internet. Esta semana recebi dois livros. Um chama-se «Q&A a day«. Trata-se de uma espécie de agenda/diário que dura 5 anos. Cada dia há uma pergunta que o diário te faz, e você deve responder as perguntas todos os dias, durante 5 anos. Ao final dos 5 anos você poderá reler o diário e provavelmente se fascinará pelo modo como as respostas foram mudando ao longo dos anos. Pelo menos isto é o que eu espero. O outro livro que recebi é da mesma série e chama-se «Our Q&A a day«. Este é um livro para casais, que devem responder a uma pergunta diferente diariamente durante 3 anos. Cada um escreve sua resposta no diário.

Quarta-feira voltei à delegacia para tentar tirar meu passaporte. Desta vez deu tudo certo, o processo todo não demorou mais que 5 minutos! Dentro de 10 dias úteis meu passaporte chegará pelo correio.

Hoje é um dia triste para a Noruega. Há 5 anos ocorreram os ataques terroristas em Oslo que causaram a morte de 77 pessoas. Alguns canais de televisão transmitiram cerimônias durante o dia inteiro. Exatamente nesta data eu estava viajando da Alemanha para Oslo e de Oslo para Trondheim com meu pai. Foi no aeroporto de Oslo que eu fiquei sabendo dos ataques, e meu marido estava em casa nos esperando, apreensivo porque a mídia havia divulgado a possibilidade de outros ataques. No dia seguinte, viajamos todos para a Espanha. Ao chegar lá, lembro que estavam noticiando a morte de Amy Winehouse, uma artista muito talentosa na minha opinião.

Vigésimo sexto dia de férias

Vigésimo sexto dia de férias

Um resumo das minhas férias:

  • Estamos assistindo à sexta temporada de Walking Dead.
  • Li o livro To kill a mockingbird de Harper Lee, e assisti ao filme também.
  • Estou estudando para uma matéria de religião chamada «Introdução ao cristianismo». Pretendo estudar um pouco de todas as religiões ao longo de 2 anos. Ano passado dei o passo maior que a perna, me matriculei em 3 matérias e não consegui fazer nenhuma. Desta vez vou fazer uma por semestre.
  • Recebi meu horário para o próximo ano letivo. Vou lecionar as mesmas matérias de antes (espanhol, inglês, estudos sociais e religião), mais uma matéria optativa chamada Innsats for andre, em que os alunos fazem trabalho voluntário.
  • Fomos ao cinema uma vez até agora para assistir ao Independence Day 2.
  • Fomos ao chalé da família nas montanhas do dia 1º ao dia 5 de julho. O chalé é completamente isolado. Não há internet, sinal de celular e água encanada.
  • Voltando do chalé fomos à Storlien na Suécia fazer compras.
  • Estou firme e forte nos exercícios físicos e na reeducação alimentar.
  • Dia 12 fui à polícia tirar meu passaporte. A atendente se recusou a fazer o passaporte porque disse que no registro geral da Noruega não estava registrado São Paulo como meu local de nascimento (somene a UDI tinha esta informação). Tive que ir aoFolkeregister levar cópia do meu passaporte brasileiro e da certidão de nascimento traduzida para provar que nasci em São Paulo. A atendente disse que levaria 6 semanas para fazerem o registro do local de nascimento.
  • No dia seguinte à visita ao Folkergister, recebi uma carta eletrônica deles: a alteração estava em ordem.
  • Marquei então um novo horário para tirar o passaporte.
  • Comprei o livro Revolutionary Road de Richard Yates em um brechó. Vou começar a ler esta semana que começa.
  • Estou assistindo muito ao You Tube, há canais muito interessantes.
  • Estou pensando se vou fazer o vídeo do bunad, e como o farei. Tem tanta coisa de qualidade no You Tube, não quero fazer algo malfeito.
Já não era sem tempo!

Já não era sem tempo!

O tempo passa, meus recém completos oito anos de Noruega estão aí para provar. Ninguém fica mais jovem ao passar dos anos e comigo não é diferente. Nesses oito anos nunca fui assídua com atividades físicas. No começo, por que trocava o dia pela noite por causa do trabalho de faxina. Depois por que estudei por seis anos e dei prioridade aos livros em vez dos exercícios físicos. Ao terminar os estudos, vinha tentando estabelecer uma rotina de exercícios, que até que não estava indo tão mal. O problema é que o outono chegou, as ruas ficam escuras (e em breve escorregadias por causa do gelo), o frio (daqui a pouco começa a nevar), o vento e a chuva aumentam e fazer caminhadas ao ar livre não é tão convidativo quanto antes. Eu usava a academia do trabalho do meu marido, mas ficava frequentemente com medo de estar lá sem autorização, já que nem sempre ele tinha tempo de treinar junto comigo.

Até que tomei uma decisão. O município para o qual trabalho tem uma parceria com uma rede de academias aqui de Trondheim chamada 3T. Um bom desconto na taxa de martrícula e na mensalidade. Há duas semanas me matriculei e estou adorando. Estou indo três vezes por semana e não tenho preguiça. Sexta-feira passada cheguei às 7 horas da manhã! Segunda-feira fiz uma aula de Zumba pela primeira vez e adorei. Já reservei lugar na aula da segunda que vem.Também corro na esteira (equipadas com televisão, o que ajuda muito, já que acho chato correr na esteira), faço musculação e às vezes treino no aparelho de remo para trabalhar pernas e braços. Uma das unidades da academia fica no mesmo prédio que o maior balneário de Trondheim, o Pirbadet. Tenho desconto no ingresso, então pretendo visitar o balneário com mais frequência.
Praticar atividade física três vezes por semana faz uma diferença enorme, por que sinto mais disposição durante o dia todo. Recomendo a todos! Com o Natal chegando, a ingestão de guloseimas e comidas com alto teor calórico será inevitável, então é bom estar preparado.

O país onde (quase) todo mundo confia em (quase) todo mundo

O país onde (quase) todo mundo confia em (quase) todo mundo

Conforme escrevi na postagem anterior, estávamos procurando um carro para comprar e ontem nos decidimos e concretizamos a compra. No final de semana passado fizemos um test drive e no começo da semana testamos outro carro parecido, só que de outra marca. Depois de muita pesquisa, optamos pelo carro que testamos no final de semana. Como queremos que o carro venha com acessórios extras, não pudemos sair da concessionária com nosso carro ontem mesmo, pois eles precisavam de tempo para instalar tudo que pedimos. Mas, isso não nos impediu de sair de lá com um carro emprestado por eles. Eu nunca comprei carro no Brasil, então não sei se as concessionárias fazem isso lá também, mas eu fiquei impressionada com a confiança que as pessoas têm umas nas outras. Não foi preciso deixar documento de identidade na concessionária como garantia de que não desapareceríamos com o carro emprestado, nada de pagamento, só confiança. Nas lojas podemos nos arrepender de algo que compramos e devolver, com a condição de que o produto possa ser colocado à venda novamente. E, se não quisermos trocar por nada da loja, não há problema – eles devolvem o dinheiro, sem resmungar.

Muitas lojas e supermercados grandes implantaram o sistema de caixa self-service. Nós mesmos escaneamos os produtos e efetuamos o pagamento sem a supervisão de um funcionário da loja. Sempre há um funcionário por perto, mas ele não está lá para fiscalizar se estamos tentando roubar produtos, mas para nos ajudar se tivermos algum problema durante o pagamento. Este sistema é extremamente eficaz por que reduz as filas entendiantes para pagar.
Como escrevi antes, os ônibus daqui não têm cobrador. Mas, nem por isso é obrigatório passar pela fiscalização do motorista para pagar. Eles abrem a porta traseira do ônibus para quem quiser embarcar, e lá há um leitor de cartão. Os que não têm cartão têm que, claro, passar pelo motorista.
Nos postos de gasolina, nós mesmos operamos as bombas e abastecemos o veículo. Podemos pagar com cartão nas máquinas automáticas ou ir até o quiosque e pagar a um funcionário. Claro que eles têm uma câmera que filma quem eventualmente abastecer e sair sem pagar, mas o fato de esse sistema ainda perdurar significa que a incidência de pessoas que agem de má fé é mínima.
Há quem diga que os noruegueses de um modo geral são facilmente enganados por confiarem tanto nas pessoas. Há até um termo, dumsnill (bonzinho bobo). Mas, há também quem diga que é exatamente esta atitude de confiar nos outros em vez de desconfiar dos outros até que se prove o contrário é que faz com que a sociedade aqui seja tão avançada e justa. Vou postar mais exemplos à medida que for me lembrando.
Onde foi parar a neve?

Onde foi parar a neve?

Desde que eu voltei de viagem em dezembro não tenho visto neve aqui na minha região. Lembro que nevou cerca de dois dias em janeiro, mas a neve logo derreteu e desde então nada. Eu havia feito planos de recomeçar meu aprendizado de esqui com meu marido ao voltar das férias, mas sem neve fica difícil. Os esquiadores habilidosos andam de rulleski, ou esquis com rodinhas quando não há neve, mas isso é só para os experientes. Alguns ainda têm a esperança de que a neve virá, eu só espero que ela não resolva aparecer em maio, quando a primavera deve iniciar. Devido ao tempo seco, sem neve e chuva houve muitos incêndios nas redondezas. Os tradicionais dias de esqui (skidager) que todas as escolas costumam organizar nessa época estão sendo adiados por falta de neve. Nos meus sete anos de Noruega, nunca havia passado um inverno sem neve. Felizmente na Rússia a falta de neve não foi um problema e as Olimpíadas de Inverno transcorreram conforme o plano. A Noruega conquistou muitas medalhas, e a maioria dos medalhistas são da região onde moro.

Greve à vista

Os sindicatos trabalhistas exercem grande influência na Noruega. Depois que a associação dos municípios veio com a sugestão de mudar o horário de trabalho dos professores, o sindicato dos professores ameaçou reagir com uma greve daqui a alguns meses. Os professores na Noruega têm algumas semanas a mais de férias remuneradas do que os trabalhadores de outros setores por que eles usam seu tempo livre, ou o tempo fora da escola para corrigir provas, preparar aulas, falar com pais de alunos, etc. A associação dos municípios quer acabar com essa prática, fazendo com que os professores trabalhem o expediente normal (8-16) e não trabalhem fora do expediente. Com isso, os professores teriam a mesma quantidade de semanas de férias que os outros, e teriam também que trabalhar na escola antes de os alunos voltarem ás aulas. Para mim isso não é muito ruim, já que poderei tirar férias quando quiser e não forçosamente em julho e agosto, meses de inverno no Brasil. Mas a maioria dos professores não quer que essa mudança se concretize e estão fazendo campanha contra a sugestão.

Respondendo perguntas

Respondendo perguntas

Venho recebendo muitos e-mails de leitores perguntando sobre a vida na Noruega. Pelo fato de muitas perguntas serem parecidas, resolvi reuní-las em uma postagem. Não vou divulgar os nomes e informações pessoais dos leitores que enviaram as perguntas e vou reproduzir os textos sem revisar possíveis erros de gramática e ortografia.

Estou me programando para viajar para a Noruega no próximo ano quero tentar a vida ai enquanto sou novo e não tenho filhos (fazer meu pé de meia ou quem sabe morar definitivamente) estou mandando esse e-mail não esperando que você vá me ajudar ou algo assim… Apenas gostaria de algumas dicas.

vou te contar um pouco da minha situação para entender melhor.

sou solteiro não tenho filhos e tenho … anos meu desejo de ir para Noruega é antigo, pois estou buscando não ficar rico com essa empreitada mais sim ter melhor qualidade de vida.

estou indo para Skien minha prima mora lá (já é tem cidadania e esta estabilizada) já tenho informações de que o custo de vida é alto pelo que me falara mais compensa. Não serei hipócrita com você e tenho plena consciência que a melhor forma de conseguir-me firma seria casando com uma norueguesa.


Primeiro devo dizer que discordo de que a melhor forma de conseguir se firmar é casando com uma norueguesa, pelo menos se for somente por interesse. Já ouvi casos de brasileiros que vieram para cá casados e poucos meses depois se separaram. Os costumes em relação à igualdade de sexos são tão diferentes que muitos homens acostumados à cultura machista sofrem um choque cultural. A minha dica para emigrar sem ter que casar por conveniência é conseguir uma formação universitária em engenharia, especialmente na área petrolífera e tentar emprego em uma empresa norueguesa. O salário dizem que é altíssimo. Boa sorte.

Vi seu blog no Google. Pretendo morar na Noruega, porém estou com dificuldade de encontrar escolas de ingles, já q não posso sair do Brasil sem estar matriculada ai…Vc poderia me indicar? 

Aqui não há escolas de idiomas, pelo menos não as parecidas com as brasileiras (Cultura Inglesa, Yázigi, etc.). Há uma escola chamada Folkeuniversitetet que oferece cursos de idiomas. O site deles é: http://www.folkeuniversitetet.no/sprakkurs/engelskkurs/kat-id-401/

Meu nome é …, tenho … anos e moro em …

Solteiro e não tenho filhos, trabalho, moro sozinho, mas estou infeliz aqui.
Ano passado eu passei 60 dias na Europa e foi incrível, mas por não ter antecedentes europeus minha ida para Inglaterra é inviável sem ter cidadania.

Gostaria de ir embora do Brasil, estava vendo Austrália, mas lá faz muito calor (rsrsrs) eu adoro o frio, eu adoro tudo que vejo sobre a Europa.

Não tenho muita posse ($ $ $), mas eu queria realmente era mudar de vida! trabalhar para um objetivo, não quero ser rico, quero qualidade de vida, ter a liberdade de ir e vir com segurança e apreciar lindas paisagens….

Para sermos bem direto, tenho condição em entrar na Noruega para este fim?

Conforme expliquei na postagem «Quer vir parar na Noruega?», pessoas que não tem passaporte de algum país da União Europeia ou de um país que tenha assinado o tratado do Espaço Econômico Europeu podem ficar na Noruega por no máximo 90 dias como turistas. Uma possibilidade é tentar conseguir um emprego dentro desses 90 dias. Outra possibilidade é conseguir um emprego antes de vir para cá e já viajar com um visto de trabalho.
Estava lendo um pouco sobre a sua ida e como é sua vida na Noruega.

Eu fiquei muito afim de ir morar na Noruega.
Você poderia me dar algumas informações?

Recomendo que você leia a postagem «Quer ir parar na Noruega?». Lá escrevi tudo o que eu pesquisei sobre imigração.

Sei que você  deve receber muitos emails…Morei um ano em Dublin e desde então, sinto que meu lugar não é no Brasil.

Não tenho nenhuma formação acadêmica, gostaria de estudar na Noruega, você pode me dar uma luz de como funciona?

Como seria o visto, eu posso estudar? É complicado conseguir emprego? Meu inglês é básico a intermediário,me viro.

Li que qualquer pessoa pode estudar de graçaai e isso me encantou.
Sugiro que você se informe sobre conseguir um visto de estudante. Neste link tem todas as informações em inglês: http://www.udi.no/Norwegian-Directorate-of-Immigration/Central-topics/Studies/How-do-I-apply-for-a-residence-permit-for-students/
Me chamo … e moro em …, embora minha família seja de …
Estou lhe enviando esse e-mail com o intuito de saber por você sobre as possibilidades de me tornar
professor na Noruega. Com a minha tese de doutorado encaminhada, espero que daqui há três ou quatro
anos eu possa começar a pensar em viajar com o intuito de lecionar fora. Estou no mestrado em … aqui no Brasil e gostaria de trabalhar fora mais adiante.

Bom, sei que há muitos fatores a serem vistos ainda, no entanto, já algum tempo venho considerando a hipótese de ir morar na Noruega. A única coisa que me deixa «com um pé atrás» é a questão de trabalho na área na qual estou me especializando. Espero que você possa me ajudar dizendo se há possibilidade de pessoas como eu trabalhar em alguma universidade, colégio, ou coisa parecida. 
Você deve enviar todos os seus documentos escolares traduzidos para o norueguês ou para o inglês por um tradutor juramentado  para o NOKUT (http://www.nokut.no/en/). Escreva também que planos você tem (onde quer lecionar, etc.) e eles efetuarão uma avaliação de sua formação acadêmica e em que áreas você pode atuar sem ter que fazer outros cursos. Todos que querem lecionar aqui na Noruega, independente da formação anterior, são obrigados a cursar prática pedagógica por 1 ano em período integral ou 2 anos em meio período. Foi isso que eu tive que fazer.
Achei seu blog no google, pois estava pesquisando sobre a Noruega. Achei maravilhoso tudo que postou, meu sonho era trabalhar em outro pais, mas quem sabe uma outra vida, pois brasileiro sem inglês, não consegue…. nossa como gostaria de tentar algo.

 E na minha área que é qualidade, sou …, nunca vi nenhuma vaga em relação a esta área.

Para um brasileiro, que não tem inglês como eu, consegue algum emprego ai na Noruega.
Acho muito difícil encontrar um emprego na sua área sem ter inglês e/ou norueguês. Sugiro que você aprenda o básico antes de tentar emprego aqui, as oportunidades serão certamente maiores.
Por hoje é só. Leitores que moram na Noruega e que queiram corrigir possíveis erros ou dar outras dicas são muito bem-vindos. Ainda há muitas perguntas, farei uma nova postagem em breve.
Semana de estudante

Semana de estudante

Esta semana estou tendo aulas na faculdade três dias. Neste momento estou na aula de didática de inglês. Depois vou ter que esperar meu grupo do trabalho de pesquisa enquanto corrijo provas e leio para a aula de amanhã. Eu acho ótimos esses dias de estudante por que quebram um pouco a rotina de ter que ir pro trabalho na escola todo santo dia. Vou trabalhar na quinta-feira e na sexta a nona série inteira vai esquiar numa estação de esqui chamada Vassfjellet. Eu sou uma negação para esquiar, então vou ficar só de inspetora de alunos no meio das montanhas. Haja roupas quentes!

Os dias estão ensolarados, mas muito frios ainda. Depois da Páscoa a primavera (espero) começará a dar os ares de sua graça, e aí é só contar os dias pras férias de verão (21 junho).

Bom, o intervalo acabou, tenho que voltar pra realidade.

Tudo em um só lugar

Tudo em um só lugar

Consegui importar todas as minhas postagens do Multiply aqui para o Blogger. Havia tentado muitas vezes antes, sem sucesso. Agora está tudo aqui. Ao ver a lista de marcadores do lado direito da tela percebo quantos temas existem. Um dia ainda tenho que organizar esta bagunça. Mas, afinal, são mais de sete anos de blog.

Comemoramos o aniversário do marido no final de semana, fiz bolo e meus sogros vieram visitar. Estou com um resfriado chato que não quer ir embora.

Muita neve/chuva/meio-termo, mas já cumpri meu programa de exercícios físicos para o dia e agora vou tentar estudar um pouquinho. Como é bom estar de férias!